São Paulo:
(11) 3876-8500
Dedetizadora São Paulo

São Paulo: (11) 3876-8500  |

Uniprag em outros estados: 0800 704 1528

Redes Sociais:
  

São Paulo:

Central de Atendimento:

Mosquitos e Pernilongos - Dedetização e Controle de Mosquitos

MOSQUITOS E PERNILONGOS

Mosquitos e Pernilongos - Dedetização de Mosquitos

Mosquitos e pernilongos são transmissores de doenças sérias

Os mosquitos podem parecer insetos alados inofensivos. Afinal, muitas vezes você nem percebe a picada deles. Porém, eles são os maiores transmissores de doenças do mundo. De pouso em pouso eles fazem vítimas, até em uma mesma família. Além disso, não te deixam dormir à noite.

Não é seguro deixá-los soltos por aí! Algumas doenças transmitidas por mosquitos são: dengue, zika, chikungunya, malária e febre amarela. Através de vírus, bactérias, fungos eles podem derrubar um homem e até levá-lo à morte. É importante o controle de mosquitos para equilíbrio do ecossistema.

Saiba que nem todos os mosquitos são transmissores de doenças, só aqueles que se encontram contaminados com os agentes patógenos. Mas é melhor não arriscar! Uma simples picada pode virar um pesadelo!

O controle de mosquitos é questão de saúde pública. Por isso, nos meses que ocorrem a mais alta incidência dos insetos e de casos de doenças relacionados a eles, o Ministério da Saúde faz campanhas nacionais para conscientizar a população sobre os cuidados para evitar mosquitos como o Aedes aegypti.

Um conjunto de ações corretivas e preventivas é a melhor solução para o combate de mosquitos e pernilongos. Fique livre de doenças adotando práticas adequadas que vão evitar a proliferação destes insetos alados.

 

 

Atendimento Rápido!

ou pela Central de Atendimento: 0800 704 1528

ou pela Central de Atendimento: 0800 704 1528

Biologia do Mosquito

AS 3 ESPÉCIES DE MOSQUITOS
MAIS COMUNS NO BRASIL SÃO:

Pernilongo

A espécie do gênero Culex possui mais de 300 espécies. De hábitos noturnos, o mosquito se abriga durante o dia em locais úmidos, escuros e protegidos do vento. É fácil de identificar que um pernilongo está perto de você: o barulho que ele emite é bem característico e sua picada pode causar ulcerações na pele. Consegue alcançar grandes distâncias, podendo voar até 2,5km em busca de sua vítima.

Tamanho: De 3 a 4 mm de comprimento
Cor: marrom
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe:Insecta
Ordem: Diptera
Família: Culicidae
Espécie: Culex Quinquefasciatus

DIETA: Os machos se alimentam de frutas e néctar das flores. Já as fêmeas são hematófagas, se alimentando de sangue.

HABITAT: O Culex é um mosquito que prefere ambientes sujos como as águas dos esgotos, por exemplo, que possuem baixo teor de oxigênio e alta carga de matéria orgânica para depositar os seus ovos. Quando adultos, se escondem atrás de móveis, ambientes como banheiros e locais úmidos e escuros.

IMPACTO: Os sintomas de uma picada do mosquito são: coceira e vermelhidão. Se o inseto estiver contaminado, pode transmitir doenças como filariose.

PREVENÇÃO: Instalar barreiras físicas como tela de proteção nas janelas, evitar manter frestas e buracos abertos, eliminar depósito de água suja e parada, utilizar repelentes e roupas compridas no período de “caça” do mosquito: a partir das 18h.

Mosquito da dengue

Mosquito que dispensa apresentações, ele é o mais famoso da turma. Em janeiro/fevereiro são certas matérias nos jornais sobre a principal doença que ele transmite: a dengue. Como o Culex, o Aedes só transmite a doença se estiver contaminado.

Não há como exterminar os mosquitos, mas é possível controlar a sua população. Diferente do Culex, possuem hábitos diurnos, mas podem ser observados também durante à noite. Principalmente em lugares em que há presença de luz.

Além da dengue, o Aedes aegypti também é vetor das seguintes doenças: zika, chikungunya e febre amarela. Sua população é aumentada na primavera e verão, épocas que misturam as condições ideais para reprodução do mosquito: chuva e calor intensos.

Tamanho: De 5 a 7 mm
Cor: preto com listras brancas
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Diptera
Família: Culicinae
Espécie: Aedes Aegypti

DIETA: A alimentação do Aedes aegypti inclui frutas, flores e qualquer alimento açucarado. Para o desenvolvimento dos ovos, as fêmeas sugam sangue humano.

HABITAT: O Aedes deposita seus ovos em ambiente com água parada e limpa. Geralmente originada de rega de plantas ou da chuva. Depois de adultos, abrigam-se em domicílios e terrenos.

IMPACTO: O mosquito transmite doenças sérias como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

PREVENÇÃO: Evitar de deixar água acumulada, encher os pratos de vasos de plantas de areia, ir em um posto de saúde para vacinação, manter a caixa d’água bem vedada, manter o lixo fechado.

Mosquito-prego

O gênero Anopheles possui cerca de 400 espécies de mosquitos. Pode ser encontrado tanto em áreas rurais como silvestres. São vetores do protozoário Plasmodium, causador da malária. Essa doença causa a morte de 1 milhão de pessoas / ano no mundo todo.

Tamanho: Entre 6 a 15mm
Cor: parda
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Diptera
Família: Culicidae
Gênero: Anopheles

DIETA: Os machos se alimentam de seiva de plantas com glicose. Já as fêmeas se alimentam de sangue.

HABITAT: O mosquito possui hábito noturno. Pica as pessoas ao entardecer e à noite.

IMPACTO: O Anopheles causa doenças como malária e filariose.

PREVENÇÃO: Destruir locais de reprodução, utilizar repelente, proteger a casa com telas.

Ciclo de vida dos mosquitos

Os mosquitos possuem 4 fases: ovo, larva, pupa e adulto. O desenvolvimento é de aproximadamente 12 dias.

O ciclo se inicia após o depósito dos ovos pela fêmea em condições especiais: com água parada e sombra. Os ovos ficam bem perto da água, na parede dos recipientes. Os ovos possuem por volta de 0,4mm e cor branca.

Após a eclosão dos ovos, é iniciada a fase larval dos mosquitos, também conhecida como fase aquática. A larva se alimenta de matéria orgânica. Após 5 dias, a larva entra na pupação.

A pupação marca a metamorfose que originará o mosquito adulto. Esse período dura em torno de 3 dias. A pupa permanece na água.

A fase adulto é a mais conhecida. O mosquito está pronto para voar e iniciar o seu ciclo de vida novamente, proliferando a sua população.

Prevenção contra os mosquitos e pernilongos

– Elimine focos favoráveis para a reprodução dos insetos;
– Evite deixar água acumulada nas calhas e em objetos;
– Inspecione a sua caixa d’água para evitar aberturas e má vedação;
– Lave periodicamente recipientes que armazenam água;
– Coloque areia nos pratos de plantas, para evitar acumular água;
– Guarde garrafas de cabeça para baixo;
– Descarte o lixo de maneira correta e embale-os bem;
– Utilize repelentes;
– Instale telas de proteção nas janelas;
– Utilize roupas longas no período da noite.

10 curiosidades

SOBRE OS MOSQUITOS

1– O animal que mais mata no mundo é o mosquito, por incrível que pareça! Ele elimina cerca de 2 milhões de pessoas por ano no mundo.

2– Os mosquitos são atraídos por algumas substâncias liberadas pelo corpo humano como ácido láctico e dióxido de carbono. O suor, por exemplo, é um grande fator de atração.

3– A visão da maioria dos mosquitos é ruim. A grande parte deles pode ver no máximo 10 metros de distância.

4– O mosquito vive em torno de 45 dias.

5– Os insetos podem atacar qualquer local do corpo, apesar de seus locais preferidos serem
pernas e pés.

6– O ventilador espalha os mosquitos não pelo vento, mas jogando para longe as substâncias que você emana do corpo, deixando os insetos confusos.

7– Os pernilongos são os mosquitos mais barulhentos que existem! O bom é que é fácil a sua identificação. O zumbido é por causa da velocidade do movimento das asas.

8– O termo “mosquito” vem do latim musca.

9– A fêmea pode liberar de 150 a 200 ovos numa única postura.

10– Inseticidas só servem para a fase adulta do mosquito.

ALÉM DO SÃO PAULO, VOCÊ ENCONTRA NOSSA QUALIDADE EM TODOS ESSES ESTADOS.

Ou envie-nos uma mensagem pelo formulário abaixo:

Pin It on Pinterest